Virou moda

Sem ter como responder à violência crescente, à falência de hospitais e de postos de saúde, à falta de empregos e problemas de habitações, os governantes das cidades estão prometendo, ao invés de escolas e ações sociais, festas. Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Fortaleza e outras capitais já estão anunciando festas de Réveillon e Carnaval. Na Bahia, por exemplo, o governador Rui Costa vai investir R$3 milhões em um réveillon improvisado no Centro Administrativo de Salvador. Isto é uma resposta ao prefeito ACM Neto, que dias depois vai oferecer um réveillon de 15 dias na cidade. É a velha história, “pão e circo para os pobres”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: