PP

Na delação de Renato Pereira no Rio Janeiro, ele afirmou ter entregado muito dinheiro ao governador Pezão, ao atual ministro do Esporte, Leonardo Picciani e seu pai Jorge Picciani. A entrega foi feita via agência de publicidade e o dinheiro da corrupção era da empreiteira Andrade Gutierrez. Na delação, Pereira afirma que a Propeg, que é uma das mais importantes agências do país, nascida na Bahia, recebeu R$2 milhões. Este Pezão não é flor que se cheire, e é por isso que o Rio de Janeiro continua em um mar de lama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: