Desejo de Deus

O deputado estadual Gilmar Fabris (PSD) declarou que os 40 dias em que passou preso por obstrução de justiça e suspeita de corrupção foram “desejo de Deus”. O deputado conseguiu a liberdade após decisão dos deputados estaduais, sem passar pela justiça, que ainda devolveu o mandato a Fabris no Legislativo Estadual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: