Refém

Este episódio e as confusões da Reforma da Previdência atestam o que todos sabem em Brasília: o presidente Michel Temer nunca foi e nem será um líder político que saiba comandar. Distribuiu cargos e bilhões de reais. Sempre ficou atrelado aos seus ministros Padilha, Moreira Franco e Henrique Meirelles e aos presidentes do Senado Eunício Oliveira e da Câmara, Rodrigo Maia. Gastou e gasta milhões de reais em propaganda. Pediu a vereadores, prefeitos, governadores e empresários que solicitassem o apoio aos deputados federais. Ninguém ouviu ele. Ele continua sem comando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: