Marcelo vem aí

Nem o Natal nem o Ano Novo diminuíram o ritmo de trabalho de Marcelo Odebrecht na sua prisão domiciliar. Frio, calculista e obstinado, ele concluiu o trabalho e sua ausência durante dois anos e meio da empresa. Já sabe quem levou e não entregou grana, quem jogou responsabilidade em cima dele e o principal: quem o traiu. Aí entram até parentes. Tem contado com informações valiosas dos poucos amigos que ele selecionou e recebe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: