Mea-culpa

Foi constrangedor para o presidente da República Michel Temer, o presidente do Senado Eunício Oliveira, e o presidente da Câmara Rodrigo Maia o que ouviram na reabertura dos trabalhos do STF. A presidente da Casa, ministra Cármen Lúcia e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, foram duras na ação contra a corrupção de agentes públicos e políticos. Anunciaram que vão continuar no combate à corrupção na qual estão envolvidos Temer, Eunício e Rodrigo. Temer faria um discurso, recuou. Depois da solenidade disse que se arrependeu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: