Corrupção XI

Juízes, promotores e outros funcionários públicos sempre foram complacentes com as autoridades públicas e empresas privadas. Em troca recebiam benesses que os diferenciavam dos demais trabalhadores não especiais. As benesses se estendiam à promiscuidade com parentes que atuavam na magistratura ou assumiam a nobre função de lobistas. Patrocínios generosos de empreiteiras e grandes empresas recheavam os eventos dessas castas com requinte e glamour.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: