Sem saída

O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, não tem outra saída. Depois de perder o prestígio junto à corporação e de ter levado um pito do ministro do Supremo, Luiz Roberto Barroso, não tem outro caminho senão pedir para sair. Os seus padrinhos, Michel Temer e José Sarney, já não têm condições nem prestígio eleitoral para segurá-lo no cargo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: