Falência

A rede baiana de farmácias Sant’Ana, que chegou a ter 120 lojas no estado, tem até o próximo sábado para apresentar seu plano de recuperação judicial. Quer fechar as suas lojas mas a Justiça do Trabalho impõe que os seus servidores recebam tudo o que têm direito. Ontem foram pagos quase R$ 4 milhões em rescisões dos mais de 450 estoquistas, caixas e balconistas demitidos pela drogaria. Ao longo dos anos, a tradicional rede deixou de fazer os investimentos necessários para competir com as gigantes que entraram no estado como a Drogaria São Paulo, Pague Menos e Drogasil. A Sant’Ana adoeceu justamente num momento que o mercado farmacêutico registra um crescimento nunca antes visto na Bahia.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: