Sem gestão

As trapalhadas da gestora paulistana Tarpon à frente da BRF, que culminaram na prisão de um de seus fundadores e principais executivos, demonstram que a Avenida Faria Lima não fica tão longe de Brasília, quando o assunto é fraude e corrupção. Ao invés de preservar a relação com os granjeiros, os yuppies da Tarpon optaram erroneamente por azeitar a relação com fiscais do MAPA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: