Martelo batido

Ao assumir a presidência da Petrobras, Pedro Parente avisou ao governo que não aceitaria nenhuma ingerência política. O fechamento da Fafen na Bahia e em Sergipe foi uma decisão técnica. Não tem volta. O que empresários e políticos baianos e sergipanos precisam fazer é iniciar negociações para privatizar as duas empresas. A Petrobras já decidiu e finalizou o caso.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: