Toffoli, a tartaruga em cima do poste

A nomeação do ministro Dias Toffoli causou indignação logo no começo. O meio jurídico espantou-se de como um advogado com um currículo tão pouco expressivo poderia assumir um dos mais altos cargos da República. Não possuía mestrado, doutorado, experiência substancial ou tampouco era renomado em qualquer área. De lá pra cá não surpreendeu positivamente, quando está sentenciando no Supremo costuma acompanhar o relator sem muitas explicações, não argumenta e nem fundamenta de modo substancial seu voto. É a verdadeira tartaruga em cima do poste: você não entende como ela lá chegou, não acredita que ela esteja lá, sabe que ela não subiu no poste sozinha, sabe que ela não deveria, nem poderia lá estar e sabe que ela não vai fazer absolutamente nada enquanto lá estiver.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: