A trama do escândalo

De acordo com a reportagem: “Atual gestão da Eletrobras pagou quase R$2 milhões para que falassem mal da própria empresa”. A agência acionou os chamados formadores de opinião, comentaristas econômicos, colunistas e repórteres em geral para mostrar um cenário que tornasse urgente a privatização, acelerada pela pressa do governo federal em concretizar o negócio.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: