Coincidências?

Por muitos anos, o HSBC foi o banco do alto escalão da Odebrecht. Além da presença no Brasil, o banco possuía forte presença na Suíça, país onde a construtora baiana movimentava sua máquina de corrupção. Coincidência ou não, o banco mudou sua estratégia global com relação ao Brasil logo após o início da operação Lava Jato. Antes da operação, o Brasil era apresentado pelo CEO global do banco como um dos cinco principais mercados para o banco. Com o inesperado trabalho do juiz Sérgio Moro e a instalação da CPI do HSBC, que só acabou em pizza graças a atuação de grandes gestores de crise, não restou à instituição outra alternativa a não ser vender as operações do Brasil. Com o desenrolar da Lava Jato, fica evidente que o HSBC conseguiu escapar de mais um escândalo e de pagar alguns bilhões de multas a mais.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: