Lavanderia global

Não é a toa que o HSBC foi o único banco a ter um episódio inteiro na série “Dirty Money” ou Dinheiro Sujo, do Netflix. A instituição, que ficou famosa por pagar bilhões de dólares em multas para os reguladores europeus e americanos devido a falhas em seus procedimentos internos de prevenção e combate à lavagem de dinheiro, sempre foi a preferida de ditadores, chefes do tráfico internacional de drogas e empreiteiros. No Brasil, conforme revelado pela reportagem do Jornal O Globo, vários empresários, muitos deles citados e condenados na Lava Jato, utilizaram a subsidiária do HSBC na Suíça para esconder bilhões de dólares. Até o momento, nem o HSBC e nenhum dos seus diretores foram condenados pelo COAF, a Receita Federal ou a Justiça a pagar sequer um centavo, apesar da instituição ter claramente ajudado a vários de seus clientes a evadirem ilegalmente recursos para o exterior.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: