Vínculo fatal

Diferente do que foi relatado aos membros da CPI do HSBC pelo seu então presidente no Brasil, André Brandão, a subsidiária brasileira do banco possuía fortes vínculos com a sua subsidiária do banco na Suíça. De acordo com o inquérito da Polícia Federal, diretores da instituição no Brasil auxiliavam clientes locais não só na abertura de contas na Suíça, mas também em sua manutenção. Conforme ex-funcionários da instituição entrevistados pelo blog, o HSBC no Brasil também realizava empréstimos em moeda local, mas com garantia dos recursos dos clientes no exterior, o que é um crime. Caso fique comprovado que André Brandão mentiu à CPI, o alto executivo do HSBC poderá ser processado e se tornar um dos primeiros banqueiros estrangeiros a passar uma temporada detrás das grades.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: