Prescrição bilionária II

Segundo o acordo de leniência firmado entre o banco suíço UBS e o CADE no Brasil, os bancos HSBC, Citibank, JP Morgan, Merryl Lynch, Credit Suisse, entre outros, manipularam as taxas de câmbio durante mais de uma década e causaram bilhões de prejuízos aos clientes. Com a demora do processo no CADE, existe um grande risco de grande parte dos beneficiários da condenação do cartel, quando ela ocorrer, de não receber nenhum centavo devido à prescrição do crime.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: