MDB à deriva

É impressionante como o presidente Michel Temer e o ex-ministro Henrique Meirelles falam no MDB para sucessão presidencial. O partido está divido em todo país, alguns diretórios querem ficar com Bolsonaro e outros com Lula. Na Bahia, um dos maiores colégios do país, o diretório estadual foi extinto e criada uma comissão provisória que tem apenas um candidato, o deputado Lúcio Vieira Lima, encrencado na Justiça e na própria Câmara dos Deputados.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: