A dupla de Gilmar Mendes

O ministro do STF, Gilmar Mendes, na semana passada liberou da prisão dois operadores, um do PSDB e outro do MDB. Um deles, Paulo Preto, operador do PSDB tem 100 milhões de dólares confiscados em bancos suíços. O outro, Milton Lira, operador do MDB, tinha mais de 50 milhões de dólares lá fora. Agora, surge Mário Miranda que também operava para os emedebistas, que entregou a Justiça mais de R$ 30 milhões depositados no exterior. MDB e PSDB continuam afirmando que não autorizaram ninguém a recolher dinheiro para eles. Só cadeia para essa gente.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: