Crise moral

A greve dos caminhoneiros revela que o Executivo e o Legislativo brasileiros atravessam uma crise de credibilidade e de moral. O presidente Temer pede três dias de trégua aos caminhoneiros. Eles não aceitam. O presidente do Senado, Eunício Oliveira e da Câmara, Rodrigo Maia prometem mundos e fundos. Os caminhoneiros não aceitam. Chegam a afirmar que só vão parar a greve quando as medidas que eles exigem forem publicadas no Diário Oficial da União. A que ponto chega o Brasil quando dois poderes não têm a respeitabilidade do povo?

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: