Chutar cachorro morto

Sem credibilidade, sem ética, sem moral, sem direção, o governo Temer acabou. A greve dos caminhoneiros mostrou a fragilidade de quem não lidera, de quem está abandonado e vulnerável por todos os lados. Mas a esta altura do campeonato, querer tirar Temer é uma irresponsabilidade. O país não aguenta esta sangria desnecessária, já que as eleições estão aí. Está claro que Temer não tem equipe, é mal-assessorado e cercado de políticos que também caíram em desgraça, mas tentar tirá-lo agora, seria uma agonia que o Brasil não merece. É tentar arrumar uma casa que não ficará habitável com uma simples faxina. A casa tem que ser reconstruída, com novas e sólidas bases, o que o brasileiro pode começar a fazer, com responsabilidade, ao votar em outubro. Caberia a Temer aceitar que não tem autoridade para estar à frente do país, mas tentar segurar o leme até o fim, com humildade e o mínimo de dignidade. Os políticos e o povo brasileiro precisam agir com maturidade neste momento. É desperdício de tempo e dinheiro público querer a saída de Temer agora. Não se deve chutar cachorro morto, é melhor tirá-lo do caminho e enterrá-lo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: