A quadrilha é maior

A ação da Polícia Federal, ontem em Brasília, que investiga o líder do PTB de Goiás, Jovair Arantes, e o presidente do Solidariedade e da Força Sindical de São Paulo, Paulinho da Força, já era esperada. A Polícia Federal já tem um relato muito importante, e ainda terá muitos desdobramentos, todos imprevisíveis, vai muita gente para cadeia. Foram descobertos saques contra o FGTS relativo à contribuição sindical, e corrupção na compra de softwares antifraudes de uma empresa ligada ao sobrinho de Jovair Arantes, cujo nome é Leonardo. Ele está foragido em Londres.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: