Geddel e Estêvão: dupla diabólica

O ex-senador Luís Estêvão, preso na Papuda, sempre teve regalias. Muitas vezes é visto no restaurante Gero do Iguatemi em Brasília jantando com a esposa, Cleusy de Oliveira. Está aguardando transferência para uma prisão aberta. Já agrediu um agente penitenciário e foi punido com a solitária. O seu companheiro de cela é o ex-ministro Geddel Vieira Lima que também não é flor que se cheire, com ele foram encontrados remédios tarja preta. Neste final de semana foram apreendidos na cela chocolates importados e um Pen Drive que foi jogado no vaso sanitário por Luís Estêvão. São transgressões que irão dificultar a vida dos dois presidiários.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: