Não poderá ficar nenhum corrupto

No acordo de leniência firmado pela Odebrecht com o governo, para pagar em 22 anos quase R$ 6 bilhões em parcelas mensais, ficou decidido que a empresa terá que demitir do seu quadro, funcionários e executivos que participaram dos atos de corrupção. Emílio Odebrecht garantiu que não terá mais nenhum cargo executivo na empresa; foi uma das exigências do acordo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: