Efeito Oswaldinho

Além de Aécio Neves, o principal motivo de preocupação para alta cúpula tucana em Minas são as delações das empreiteiras envolvendo o ex-presidente da Codemig Oswaldo Borges. Contraprimo de Aécio, Oswaldinho coordenou duas obras polêmicas e superfaturadas nas gestões de Aécio e Anastasia, a cidade administrativa orçada em cerca de R$1 bilhão e que custou pouco menos de R$2 bilhões, e o centro cultural Itamar Franco, onde foram investidos quase meio bilhão de reais dos cofres públicos. Tudo isso em um estado endividado e onde as prioridades deveriam ser a saúde e a educação de seus 853 municípios.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: