O eleitor do interior

E quem acha que o famoso e antigo “voto de cabresto” acabou, está enganado. Em algumas cidades, políticos continuam controlando seus eleitores com emprego e outros favores trocados, só que agora um pouco mais discretos. E onde o contato com o político é próximo, o eleitor é fiel e continua votando em quem ele indicar. Mas tem eleitor, que se diz independente e quer melhorias na sua cidade. Quem faz boa administração, tem o voto certo desse eleitor, que vira um cabo eleitoral pra ele e quem ele decidir apoiar.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: