Partido do ódio

Não é à toa que Geraldo Alckmin e João Doria continuam patinando nas pesquisas de intenções de voto. O discurso de ódio e ego exacerbado de ambos em suas disputas tem afastado o eleitor. Com a derrota iminente nas eleições para presidente e governador de São Paulo se aproximando, sobrará ao PSDB a opção de se reinventar na quebrada Minas Gerais, onde o partido deverá eleger o senador Antonio Anastasia aos trancos e barrancos.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: