A vitrine desabou

O ambicioso programa municipal de desestatização da Prefeitura de São Paulo, principal vitrine do governo de João Doria (PSDB), desabou. Com um novo secretário em exercício formado na Unicamp, berço de esquerdopatas de peso, o programa, que deveria gerar bilhões de reais para saúde, educação, mobilidade e segurança pública, está se transformando em uma obra de ficção, similar ao trem bala da ex-presidente Dilma Roussef.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: