Milhões para saúde e educação 

O governador eleito por Goiás no primeiro turno, Ronaldo Caiado (DEM), terá a chance de recuperar parte dos milhões de reais que foram pagos irregularmente por estatais como Saneago e Celg, para o banco suíço Credit Suisse ou seus investidores, durante a gestão do enrolado ex-governador Marconi Perillo (PSDB). O banco ganhou sem a devida concorrência grandes captações de recursos das estatais na gestão de Perillo. As transações foram coordenadas no banco suíço por Sérgio Machado Filho, filho do ex-presidente da Transpetro e delator na Lava Jato. Sérgio Filho ficou famoso no mercado financeiro pelos bônus milionários pagos graças a operações com estatais goianas e o FI-FGTS. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: