Só agora e na direção errada

Só agora o candidato do PT Fernando Haddad fala no tema corrupção. Durante o primeiro turno ele não tocou no assunto, mas ao visitar a CNBB recebeu um documento cujo tema principal era justamente o combate à corrupção. Ele não fala sobre o ex-presidente da Petrobras Sérgio Gabrielli que está indiciado e denunciado em vários processos. Não toca no nome do ex-presidente Lula, de José Dirceu, de Antonio Palocci, de Guido Mantega e nos vários tesoureiros do PT. Desse jeito Fernando Haddad não irá a canto nenhum.

 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: