Onde está o governo que não fiscaliza

O Ferry é administrado pela subsidiária baiana da empresa maranhense Internacional Marítima, desde 2013, uma concessão que vai durar 25 anos. Pelo tempo que administra e o know-how que afirma ter, a Internacional Marítima fez quase nada até agora. Não se justifica a sujeira e a total falta de conforto no Terminal. Uma reforma prevista em contrato está se arrastando. Segundo o edital, a Internacional Marítima teria 3 anos para reformar os terminais. Este prazo já caducou.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: