A consagração da impunidade

Em Curitiba a força-tarefa da Lava Jato se mostrou preocupada com este tipo de decisão, que seria “a consagração da impunidade”, e que viola precedentes do próprio STF. Para os procuradores, além de minar a confiança na instituição, causaria impactos catastróficos na sociedade, já que poderiam ser colocados em liberdade 240 mil presos, total de presos provisórios no Brasil hoje.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: