Sem perdão

O presidente Michel Temer não perdoa a traição que sofreu do presidente da Câmara Rodrigo Maia que sancionou um decreto desrespeitando a lei que norteava os gastos fiscais dos municípios. Maia se aproveitou de uma curta viagem de Temer ao exterior e contrariando determinação do próprio presidente sancionou a lei. Temer tem pedido aos seus amigos do MDB e de outros partidos que não votem em Rodrigo Maia para presidente da Câmara.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: