OAS agoniza

Salários atrasados dos atuais funcionários e o não pagamento de acertos de demissão afundam ainda mais a OAS. A empreiteira está na UTI, mas salários são sagrados e mais importantes que atrasos de parcelas de acordos judiciais.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: