A profanação da mediunidade

O desespero de brasileiros e estrangeiros na busca da cura de problemas de saúde emocionais ou profissionais, fizeram milhares de pessoas procurar Abadiânia, onde o  médium João de Deus, atendia e fazia cura espiritual. Foi o maior escândalo em números de abuso sexual já visto no mundo, com mais de 600 denúncias. João de Deus destruiu a fé de milhões de pessoas e sua obra espiritual, construída há mais de 40 anos. O médium também foi acusado de porte ilegal de armas, terá que prestar contas de sua vida financeira e da suspeita de chefiar uma organização criminosa.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: