Reforma salvadora 

A reforma da previdência deixou há muito tempo de ser um compromisso do presidente eleito e vem se transformando na salvação para a maioria dos estados da federação. Sem dinheiro para manter serviços básicos em funcionamento, a maioria dos governadores têm viajado cada vez com mais frequência à Brasília em busca de recursos. Todos eles, sem exceção, têm ouvido da equipe econômica que só haverá dinheiro após a votação e a aprovação da reforma. Pelo visto, a maior articulação da reforma virá dos estados em calamidade e não do Palácio do Planalto. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: