Pablo Vitar dos Bancos

Mesmo com lucros crescentes e exorbitantes, o Bradesco insiste em prorrogar, sem justificativas plausíveis, o vencimento de operações de crédito de grande volume há muito tempo inadimplentes. Na cidade de Deus, sede do banco em Osasco, o fetiche dos diretores da instituição enrolada na Zelotes continua burlar as regras contábeis e operar nos limites. Listado na Bolsa de Nova York, o Bradesco terá muitas dificuldades para explicar seus malabarismos contábeis e sua criatividade exacerbada à SEC, que é a comissão de valores mobiliários norte-americana. Na SEC, só existem duas opções, o certo e o errado e operar na área cinzenta não é permitido e severamente punido.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: