Amigos do ex-presidente suicida querem a prisão do corruptor da Odebrecht

No velório ontem do ex-presidente do Peru, Alan García, que se matou para não ser preso, a justiça peruana pede que o autor da Odebrecht que denunciou o ex-presidente seja punido. A morte de Alan García repercutiu em todo o mundo, principalmente na América do Sul onde a Odebrecht ainda conclui algumas obras. No Brasil a empresa não revela quem delatou Alan García, mas a justiça peruana quer detalhes. É impressionante como a Odebrecht consegue sempre ficar no noticiário negativo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: