Mudança de caderno

Após o início da Lava Jato e de seus desdobramentos como as operações Zelotes e Greenfield, os grandes bancos brasileiros deixaram os cadernos de economia e finanças e mudaram de vez para as páginas policiais. Os crimes cometidos pelos bancos geralmente são os mesmos: sonegação fiscal, facilitação de lavagem de dinheiro oriunda de crimes e corrupção ativa. Bradesco, Santander, Safra e BTG lideram as manchetes. O que ainda chama a atenção é que a maioria dos banqueiros por trás desses esquemas continuam livres e no comando das instituições. Um dos exemplos, é o ex-presidiário André Esteves, do BTG, que mesmo com várias denúncias, retornou ao comando de um dos maiores bancos brasileiros. Joseph Safra, Lazaro Brandão e Luiz Trabuco são outras figuras que também continuam livres, leves e soltos graças a competentes advogados bem conectados às supremas cortes.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: