De primeira

Glenn Greenwald, fundador do Intercept, deve ser chamado para depor a qualquer momento. Não será surpresa para este blog que ele tenha que sair do Brasil. A ação criminosa dos hackers com apoio dele pode ser enquadrada na lei de segurança nacional, já que atingiu os presidentes dos três poderes. Está complicada também a situação do ex-deputado Jean Wyllys, que está no exterior. A situação da ex-deputada Manuela D’Ávila fica a cada momento mais difícil. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: