Míssel nuclear II

Até presidentes, políticos e chefes do crime organizado de países vizinhos utilizaram  com frequência os serviços de Messer. Na comunidade judaica, a prisão do mega operador preocupa muito e foi recebida como um terremoto. Quem o conhece sabe que ele dificilmente cumprirá sua pena com tranquilidade em um presídio como o localizado em Bangu, para onde foi transferido. A expectativa é que ele utilize o benefício da delação para sair da cadeia o quanto antes. A dúvida que fica é como Messer irá utilizar seu enorme arsenal nuclear. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: