O rei da prescrição

Mesmo antes da vida pública, Aécio Neves já usufruía de privilégios da justiça. Ainda jovem, Aécio escapou de ser indiciado pela morte de um humilde cidadão brasileiro que ele atropelou e matou em Uberaba, Minas Gerais. Inabilitado, o então neto de Tancredo Neves usou de seus amigos poderosos para se livrar e nunca pagar pelo o que fez. Desde então, Aécio deitou e rolou no país da impunidade e onde ex-ministros do Supremo ganham centenas de milhões mantendo banqueiros e políticos corruptos longe da cadeia. A prisão de Aécio é o tão esperado sinal de mudança de um poder marcado pelo clientelismo em toda sua história.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: