“Corredor da Lava Jato”

Não adianta. O conhecido “Corredor da Vitória” em Salvador virou centro de atuação da Polícia Federal desde que a Lava Jato foi implantada no Brasil há cinco anos. Ontem a Polícia Federal esteve na mansão Morada dos Cardeais para busca e apreensão no apartamento de Bernardo Gradin, ex-presidente da Braskem, envolvido nos escândalos da Odebrecht. Bernardo perdeu a presidência da Braskem quando enfrentou Marcelo Odebrecht. Houve uma briga muito forte e Bernardo não aceitou o que a empresa lhe oferecia como indenização. Partiu para briga judicial e ficou com as mãos abanando.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: