2018 passou, que venha rápido 2022

Se engana Bolsonaro achando ser o único capaz de vencer a quadrilha do PT. Ele vai demorar a entender que em 2018 ele foi o meio viável de derrotar a ORCRIM ao concentrar o voto útil anti-lulopetismo, simples assim, longe portanto de ser um líder combatente incontestável. Para proteger familiares, Bolsonaro se alinhou com a banda podre do STF, Centrão e condenados da Lava Jato rompendo seus compromissos de campanha de combate incansável da corrupção. Essa nova face afasta nosso presidente de qualquer pretensão de reeleição pois o peso do rótulo de traidor será insuperável. Incapaz de enxergar que o populismo rasteiro do mestre ilusionista Lula não elegeu o poste do PT, Bolsonaro repete essa estratégia suicida e caminha a passos largos para destruição do pseudo mito criado para vencer em 2018, sem chances em 2022.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: