Mãe torcedora emociona na premiação da Fifa

O outro destaque da premiação da Fifa vai para Silvia Grecco, mãe do Nickolas que tem 12 anos, é cego e autista. O pequeno é muito fã do Palmeiras e sua mãe narra os jogos para ele. A história foi publicada por um jornalista brasileiro e ganhou notoriedade ao ponto de conceder a Silvia o prêmio de melhor torcedora. Silvia fez um discurso pela inclusão da pessoa com deficiência, exaltou o futebol como veículo de transformação para essas pessoas e disse que estava descrevendo os acontecimentos da premiação para o filho e que ele estava “curtindo muito” ao lado de grandes ídolos do futebol. Infelizmente, para os jogadores brasileiros vieram apenas a premiação de melhor goleiro para Alisson com atuação no Liverpool e Marcelo do Real Madrid como lateral na seleção dos melhores do mundo, nada para brasileiros atuando no Brasil. O futebol verde e amarelo não empolga mais como antes, mas pelo menos nossos torcedores tentam se manter empolgados. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: