BTG sempre alvo da Lava Jato

Ministério Público Federal e Polícia Federal voltam a investigar o BTG Pactual na Operação Estrela Cadente em mais uma etapa da Operação Lava Jato. A instituição financeira é acusada de ter recebido informações sigilosas e privilegiadas sobre os resultados de índices do conselho de política monetária que a cada 45 dias revisita a taxa básica de juros, a Selic. Busca e apreensão foram feitas na sede do BTG Pactual em São Paulo. Os vazamentos teriam ocorrido entre 2010 e 2012 quando Lula e Dilma eram presidentes, o ministro da Fazenda era Guido Mantega e Alexandre Tombini na presidência do Banco Central. Tudo isto foi denunciado pelo ex-ministro da Fazenda e chefe da Casa Civil dos governos do PT, Antonio Palocci. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: