Acordão pode chegar à Odebrecht

Marcelo Odebrecht, percebendo o promissor esvaziamento da Lava Jato provocado pelo “Acordão” entre Bolsonaro, Dias Toffoli e Rodrigo Maia, está mudando sua versão dos fatos. Disse agora que o departamento de propinas (Setor de Operações Estruturadas) da CNO não existia e ainda aliviou o papel de Lula como gestor principal das propinas de Angola. Tudo indica que MO quer uma carona para os potenciais benefícios do Acordão. Esse Blog já informou anteriormente que a família Odebrecht ainda tem uma fortuna em recursos pessoais, suficientes o bastante para o clã pagar o pedágio de acesso à estrada da impunidade em construção na Presidência, STF e Congresso. Estradas para elites do poder são uma especialidade da Odebrecht.

 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: