Troca de tapas entre jornalistas foi espetáculo deprimente

No programa Pânico na rádio Jovem Pan, ontem, participaram o jornalista Augusto Nunes, uma das melhores referências da imprensa brasileira e o jornalista norte-americano Glenn Greenwald, dono do The Intercept Brasil. Glenn questionou a Augusto, em dado momento da entrevista, se ainda acreditava que os filhos dele com o marido David Miranda, deputado federal pelo PSOL, deveriam ser investigados por um juiz sob o pretexto de negligência dos pais, questionamento este baseado em uma declaração de Nunes no Twitter. Augusto desafiou Glenn a provar o que estava falando e imediatamente foi chamado de covarde. A partir daí eles saíram do diálogo duro partindo para agressão física. Quando refutar argumentos deixa de ter importância e parte-se para agressão, a democracia perde.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: