Senado e Câmara querem fazer acordo, mas a população está atenta

O Senado, com o projeto de lei com 49 assinaturas, quer votar para que prisão em segunda instância permaneça. A Câmara quer criar dificuldades, e ontem, na reunião na residência de Davi Alcolumbre com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, Moro foi categórico: não há como derrubar prisão em segunda instância. A responsabilidade está agora nos ombros de Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia e a população brasileira de olho neles.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: