Aras acompanha crise no Judiciário baiano

O procurador-geral da República, Augusto Aras, tem acompanhado com lupa a crise no Judiciário baiano. Nascido na Bahia, com formação jurídica no próprio estado, ele atuou inclusive no Fórum Ruy Barbosa. A decisão no STJ determinando prisões, afastamento de desembargadores e juízes e a prisão de quatro advogados, acendem o sinal de alerta para outras investigações. Um documento apreendido no apartamento da ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia chama atenção: é um bilhete dela endereçado ao governador da Bahia, Rui Costa, pedindo uma ajuda para uma grande empresa. Este fato está sendo apurado.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: